segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Lembro-me de alguns momentos da carreira do Jorge Costa


Destaco três:


- Depois do conflito com o agricultor de Palmela, Octávio machado, Jorge costa foi enviado par um exílio de 6 meses na premier league, ao serviço do Charlton. Rendeu, sem dúvida – na altura já estaria na fase descendente da sua carreira. Mas poucas semanas bastaram para se encontrar uma alcunha para o homem: tank. O tanque. Cavalão, bruto e assustador – era ele, sem dúvida.


- George Weah. O momento mais baixo na carreira do tripeiro. Eliminatória com o milan. Weah marca, já no chão, mão a descoberto, a pisadela. Dois ou três dedos partidos e uma agressão que hoje em dia seria punida devidamente. O árbitro não viu. Segundo jogo. Milan é apurado. Jogo termina, Weah atravessa o campo, pancada violenta. Testa contra nariz. Jorge costa, ensanguentado. Lamento, mas tiveste o que merecias. Lição aprendida.


- Lembro-me também de um último momento – e não falo de todas as vezes em que de peito feito arremetia contra tudo quanto era árbitro (com excepção do Martins dos santos, que era amigo e não havia necessidade de assustar). Falo de um Coreia do sul – Portugal, no mundial de 2002, de muito má memória. Correu tudo mal. Desde o dente de alho do António oliveira no bolso, à agressão ao árbitro argentino por parte do JVP, passando pela bola ao poste do Sérgio Conceição ~8que tinha um dos piores cortes de cabelo da história do futebol português) tudo correu mal. Tudo, menos um pequeno momento, captado por uma única câmara, que não esqueço e que foi o único momento em toda a nossa campanha nesse mundial em que eu me diverti a sério. Eu recordo: área portuguesa, um coreano pequenino disputa a bola com o Jorge costa. Falta a nosso favor. E menos de dois segundos foi suficiente para eu me divertir. Está o coreano no chão, a falta é a nosso favor e o Jorge costa desequilibrou-se. Podia ter caído em qualquer lado, ter-se desviado do pobre coreano, mas lá ia Jorge costa, em queda livre feito bigorna, os olhos de carneiro mal morto, as sobrancelhas levantadas, o constante ar de vitima (eu, sô arbitro, alguma vez eu havia de fazer isso? Agredir alguém, sô arbitro, eu) Caiu. Não no chão. Mas em cima do pequeno coreano. O cotovelo do Jorge costa á frente a proteger a queda. Jorge Costa com o ar de quem não poderia ter evitado aquilo e o coreano no chão, com os olhos cada vez mais em bico, a desejar nunca ter sido convocado para aquele mundial. Perdemos. Mas o coreano teve o que merecia.

Hoje há Sporting - olhanense e confesso que estou um pouco preocupado. Não é pela campanha que os de Olhão fizeram no ano passado. Nada disso. É por quem lá está. Uma quantidade infindável (são quantos? 5? Ou outro número absurdo qualquer?) de jogadores emprestados pelos do norte. Sou completamente a favor de leis que regulem isto devidamente – em Inglaterra, por exemplo, só podem ser emprestados dois jogadores a uma mesma equipa da mesma divisão. Cá é à toa. Jorge Costa aproveitou os contactos. Nada contra isso. E mesmo para hoje, apesar de preocupado, dou as boas vindas a este Olhanense, que querem provar que mereceram a promoção. É sem medo. Façam hoje à noite o jogo das vossas vidas. Se o Sporting vos ganhar nessas condições, mais orgulho fica. Quanto ao vosso jogo com o Porto... Guardo as desconfianças para esse dia. Espero que provem que são honrados. Eu acredito que são. E apesar de não ser fã do jogador sarrafeiro que o Jorge costa era, dou-lhe os parabéns pela promoção e pelo regresso à primeira liga. Alvalade acolhe-vos sem problemas.


[Notas aleatórias: Já há eliminatórias para a taça. Porto apanha sertanense, Benfica vai a Monsanto (onde parece que há mais do que prostituas, árvores, parque de campismo e o ocasional festival da delta). Sporting recebe Penafiel. Ganhamos. Mas é trauma antigo sobre o qual falarei na devida altura.]

5 comentários:

RP disse...

Este mês na Maxmen o Jorge Costa vai ser o entrevistado principal. Fica aqui a informação em primeira mão :P

Nalitzis Krpan disse...

Espectáculo. Desde que a capa continue a ser uma garota jeitosa, um gajo lê.

Paulo disse...

Realmente e bem observado mas so faltou o pequeno comentario que eram outros tempos com outro futebo mas que tambem nao era so esse GRANDE JOGADOR DO F C PORTO E DA SELECCAO JORGE COSTA que jogava duro havia muito mais desde Couto tambem ex FCPORTO mas tambem havia pior que nao era dos do norte o proprio Joao Pinto era muito duro mesmo sendo um avancado ... e muitos mais como disse eram outros tempos e outro futebol.

Aurelio Estorninho disse...

escreves muita mentira pá!
o jorge costa é muito mais do que aquilo q o teu cerebro vermelho debita,és desonesto!

Cláudio Kralj disse...

aurélio, o nalitzis é do sporting. tem calma. vai pôr a bomba.

Site Meter